segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PORQUE AINDA ESCOLHO DANÇAR! (UM DIA, QUEM SABE?!)





(Música I Hope You Dance - Ronan Keating)
Eu espero que você nunca perca seu senso de arrependimento,
Que você coma o suficiente mas sempre mantenha essa fome,
Que você nunca apenas respire,
Deus proíba qualquer amor que deixe você vazio,
Eu espero que você ainda se sinta pequeno quando você parar do lado do oceano,
Quando uma porta fechar eu espero que mais uma se abra,
Me prometa que você dará ao destino uma chance de lutar
E quando você tiver que escolher entre sentar ou dançar

Eu espero que você dance.... eu espero que você dance.

Eu espero que você nunca tema aquelas montanhas ao longe,
Nunca amenize para a estrada ao mínimo de resistência
Viver significa arriscar-se, mas vale a pena se arriscar por ela,
Amar pode ser um erro, mas vale fazê-lo,
Não deixe nenhum coração infernal maluco deixar você amargo,
Quando você estiver perto de trair, pense melhor,
Dê aos céus lá em cima mais do que apenas uma rápida olhada,
E quando você tiver que escolher entre sentar ou dançar.

Eu espero que você dance.... eu espero que você dance.
Eu espero que você dance.... eu espero que você dance.

(O tempo é uma roda em movimento constante sempre nos levando junto,
Me conte quem quer olhar para trás nos seus anos e imaginar para onde esses anos se foram.)

Eu espero que você ainda se sinta pequeno quando você parar do lado do oceano,
Quando uma porta fechar eu espero que mais uma se abra,
Me prometa que você dará ao destino uma chance de lutar
E quando você tiver que escolher entre sentar ou dançar

Eu espero que você dance.
Eu espero que você dance.... eu espero que você dance.
Eu espero que você dance.... eu espero que você dance.

(O tempo é uma roda em movimento constante sempre nos levando junto,
Me conte quem quer olhar para trás nos seus anos e imaginar Para onde esses anos se foram.)

Espero Que Você Dance

5 comentários:

VANUZA PANTALEÃO disse...

Oi nós aqui outra vez!
Katinha, amiga querida!
Olha, esse negócio de "dançar" tem dois sentidos. Se for no sentido literal de arrastar os pés, tipo "dois pra lá, dois pra cá", confesso que pouco dancei. Mas deu pro gasto!Rsss. Agora, sob o aspecto de ter "quebrado a cara", tô "dançando até hoje". Ontem mesmo fiquei de molho na cama com um piripaque que me deu. Já passou e já andei até passando umas roupinhas hoje em pleno calorão (arghhhhh) desse nosso Rio de Janeiro.
Mas boto Fé que você vai voltar a dançar mesmo no primeiro sentido positivo do termo. Com certeza, estaremos aqui para comemorar a Dança da Vida contigo.
Natal chegando, moça!Anime-se! Eu já me animei: decidi ficar um bom pedaço só falando de bicho, planta, pedra e similares no nosso cantinho. Que tédio me dá certas coisinhas...deixa pra lá!
Enfim, esteja certa, ainda volto a te chatear!!!
Mil carinhossssss

VANUZA PANTALEÃO disse...

Ah, o vídeo escolhido é muito bonito. Parabéns!!!

Ana Lúcia. disse...

Katinha,
a vida é uma dança constante:
dançamos
caímos
levantamos
tropeçamos
repaginamos
mudamos a música
abaixamos o som
erguemos os pensamentos
e tudo tem ar
vento
movimento.
Mesmo que seja um sonho
mesmo que seja um instante
mesmo que seja um livro
mesmo que seja uma lenda.
A vida é uma dança constante...
Beijãozinho e aquele abração presente e apertadinho.

Quero estar com você disse...

Ando sumida, Kátia, mas sempre penso em você com muita afeição. Um dia vi na tv uma bailarina dançar em cadeiras de rodas, foi emocionante. Mas esse não será o seu caso, pois estarás recuperada em breve. Um meigo carinho!

Luciana disse...

Kátia!!!!!!!
Eu tenho certeza que você ainda dançará muito!
=D
Assim que mandarmos pro espaço essa kiptonita que te emperra aí.
Tenho fé que a situação melhora...

Saudades!

bjobjo

Lu