domingo, 27 de junho de 2010

TEMPO

Preciso de tempo.
Para fazer todas as coisas
Que até bem pouco tempo atrás
Julgava ser pura perda de tempo.
Quanto engano!
Preciso de tempo para dormir
E sonhar, só sonhar.
Para admirar as estrelas,
Esquadrinhar cada palmo de céu
Até descobrir em qual delas
Meu pai resolveu habitar.
Tempo para fazer tanta coisa
Sem me sentir culpada,
Como andar descalça na praia
As ondas acariciando meus pés.
Catar conchas, só pelo prazer de,
Dez passos adiante,
Devolvê-las ao mar.
Preciso de tempo, mais tempo.
Tantos poemas de Pessoa, Neruda, Drumond,
Que ainda tenho que decorar,
Tantas sinfonias a escutar,
Tantos livros que ainda nem descobri.
Preciso de tempo para aprender a me permitir
A andar na chuva, cantar na rua,
Sorrir pelo prazer de sorrir.
Para ver meus filhos terminarem de crescer,
Para conhecer os netos que um dia vou ter.
Preciso de tempo,
Para aprender a amar, a fazer o bem,
A ver o próximo como a um irmão,
A olhar com os olhos do coração.
Tanta coisa ainda tenho que fazer e aprender
Por isso, Grande Construtor do Universo,
Um pouco mais de tempo,
Só tempo, é o que peço.

Poema: TEMPO
Autoria: Kátia Corrêa De Carli
Inédita

14 comentários:

Jacinta Dantas disse...

No seu tempo você faz uma oração... uma prece lindamente humana, humanamente linda.

Meu abraço

Miguel S. G. Chammas disse...

Kátia, tehjnho certeza que esta prece será ouvida e atendida por Ele.
Alerto, porém, que para ser atendida vc deve fazer sua parte.
Assim sendo. mãos à obra,enxugue as lágrimas, estampe um sorriso no rosto e comece a VIVER INTENSAMENTE.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Katinha, teimosinha igual o Índio Juan Diego, hein? É assim que eu te gosto! É assim que nós te gostamos! Foste lá, claro que fiquei contente. Feliz!
Mas fique sabendo, e acho que sabes: nós fazemos o nosso tempo...
Foste até à Morenita? Então, já estás fixada, gravada nos Olhos Dela, naqueles Olhos Maternais e Amorosos. Nada tens a temer, falo sério.
Kátia, querida, de tudo por tudo, és uma vencedora, acredite! Não é papo pra animar doente(e não estás doente da alma), o que eu estou tentando dizer aqui, tem a ver com a tua Força, a tua Luz que é própria, intrínseca, singular. Nada, nem doença, nem ladrão algum roubarão de ti essa energia, essa sensibilidade.
Passei o niver com meus dois amores, aqui, me perturbando, rs. Um, vendo futebol, o outro me falando dos seus planos, vida de mulher comum, mas que também busca aquela verdade interior, sei lá...eu busco.As férias foram boas, tranquilas, mas a labirintite me atormentou. Labirintite com zumbido é coisa de doido. Nunca a deseje a um inimigo, rsrs. O tal do nervo vestibular tá problemático. Depois te conto.
Quanta coisa queremos fazer, né? Drummond falava nisso naquele poema em que ele carregava o mundo nos ombros...acho que é esse.
O Construtor do Universo...ahhhh, esse é o Cara!
Estás bem, estás sorrindo na foto do perfil, adorei!
Estarei sempre aqui,mesmo que algo possa impedir-me saiba que estarás nas minhas rezas arrevezadas, entrecortadas de Pais-Nossos e medo e até briguinhas com Eles, meus santinhos. Eles me entendem!Espero.
Te cuida, menina!
Sim, traga-me uma imagem da Morenita. Olha que eu cobro, hein? Hahahaha.
Te amamos demais!!!
PS: Penso muito em fazer um post sobre você, algo delicado, mas temo que você não goste desses "estardalhaços", sou exagerada, emotiva mesmo. Já estou com um rascunho na cabeça, título, aquelas coisas.Mas antes de fazê-lo, peço-lhe licença. Citei seu nome lá no post por um impulso, desculpe-me. Eu gosto assim, com o coração, com uma lágrima sempre a querer escorrer...
Beijinhos, amiga!!!
[Curtindo um pouquinho a Copa? Eu tô, por incrível que pareça!]

Graça Pereira disse...

Querida Kátia
A Vanuza falou-me de ti...esta amiga querida de nós duas... Gostei do teu poema/oração.
Todos nós precisamos de tempo...porque não sabemos o tempo que temos para gastar...Por vezes há trovoadas complicadas na nosa vida...outras, surgem canções! Temos de estar atentas neste abraço que a vida nos dá e retribuir-lhe com um intenso sorriso porque ela é seiva que nos empurra para cima.
Nós é que fazemos o tempo, minha querida ,com dedicação e muita coragem...
Estarei contigo sempre para o que precisares...nem que seja um desabafo ou dizer-me um :Oi!
Beijocas, minha querida
Graça

VANUZA PANTALEÃO disse...

Estava já me preparando para ir pra caminha. Computador desligado. Súbito, a vontade de ir ao Yahoo.
Você e outra moça maravilhosa estavam lá. Agora,vejo aqui a doçura da Graça. Ela é demais, acredite-me!
Visite a "Virgencita", amiga, mas realmante, não precisa trazer-me presente material. Volte cheia de Saúde e muito Amor pra dar, rs, e diga-me apenas que falou de mim para Ela. Ah, como vou ficar em Paz!
Bem, já com a sua procuração em mãos, vou partir para a prática. Me esforçarei para falar de Kátia de Carli, a mulher, mãe, jornalista, escritora e amiga. Que responsa!
Mas sou louca por desafios e toda a minha vida, até hoje, tem sido um constante "fio da navalha".
Aguarde!
Suspense...
Tchauzinho!!!

Maria Leite disse...

Ah, a Vanuza falou-me de você, então por ousadia, decidi fuçar seu blog e ... ADOREI o que tem por aqui...Decidi ficar...Às vezes poderei sumir um pouco, mas voltarei se você permitir.Estou seguindo seu espaço, que agora é nosso(que ousadia minha!!!),nosso no sentido de que voltarei para "ouvir" tua voz nas palavras que aqui trazes, e às vezes,senti-la no silêncio da telinha.És do signo de peixes, como eu, ah esse signo, parece carregar todas as dores do mundo... Saúde pra ti...Voltarei princesa, voltarei. Até breve.Paz.

VANUZA PANTALEÃO disse...

Nossa! Mariazinha tá aqui?
Olha, estás cada vez mais bem acompanhada, Katinha! Essa moça é uma Jóia de Ser Humano. Se a conhecesses como a conheço há anos...mas a conhecerás, pois Tempo é o que mais terás.
Papai-do-Céu Gosta mesmo de ti, menina! Não duvide NUNCA!
Tamos lá no Orkut e já me meti a ver suas fotos de família, comentei também, não resisti. Coisa mais gostosa a sua turminha, hein?Rsrsrs.
Só peço que me desculpe a demora em ir lá e vir aqui, meu maridinho gruda aqui direto...o futebol, minha filha, essa "doença nacional", rs.
A Virgem de Guadalupe (conheci, quando menina, a Igreja e a nossa Mãezinha de Aparecida te cuidem e te guardem mais ainda!
Precisamos delas, Kátia!
Obrigada por mais esse vínculo mágico e o post vai sair e vai ser lindo, não por mim, mas pelo teu exemplo de vida e coragem. Kátia, Mulher com M maiúsculo.
Sinta-se muito e carinhosamante abraçada!!!Beijinhos mil!!!

VANUZA PANTALEÃO disse...

Corrigindo:(conheci, quando menina, a Igreja da Virgem de Guadalupe em Curitiba). Caramba! Me empolguei mesmo! Mas é assim, a vida sem empolgação não vale nada.
Deus é alegria!!!

Paula Barros disse...

Que o tempo dê um tempo para você, para você curtir cada momento deste tempo.

abraço com carinho, e que esteja cada dia melhor.

Eurico disse...

Claro que sim, amiga. Claro. Os amigos podem e devem sumir, mas nunca deixam de ser amigos.

Muita paz!
E que o Grande Arquiteto do Universo te dê todo o tempo de que necessitas.

Abraço fraterno.

Vivian disse...

...Katia querida,
mas é claro que pode me chamar
de amiga.

amigos de verdade não se desvanescem como tempo,
este mesmo tempo que pedes
aqui neste lindo post!

sempre haverá tempo enquanto
houver vida pulsante em nosso
coração.

e você é puro coração!

logo...

faça uso do seu tempo sem tempo
e sem medo de ser feliz!

meu beijo de energia pra você!

obrigada pelos carinhos
lá em casa!

você é uma linda!

Anderson Meireles disse...

Lindo poema sobre o "Senhor da razão"!
Fiquei feliz que tenha aparecido.
Claro que pode sempre me chamar de amigo. Amizade não se mede pelo quanto tempo passamos juntos e sim pelo tanto que queremos bem um ao outro.
Abraço, continuamos em orações!

VANUZA PANTALEÃO disse...

Tirei um tempinho aqui na madrugada, Katinha, para te desejar um final de semana longo, gostoso, preguiçoso e sem relógios, rs.
Beijinho e obrigada por add o meu Gui que de tanto estudar não pode vir aqui.
Beijos duplos ou triplos, pois o Rodrigo também já te conhece e admira!!!
Saúde, menina!!!

Graça Pereira disse...

Passei para te deixar um grande beijo e votos de um fds com tempo de sol...
Graça