quarta-feira, 1 de agosto de 2012

EXPLICA, MAS NÃO JUSTIFICA!




Meus queridos amigos e leitores, sei que estou em falta com todos vocês pois prometi escrever assim que voltasse de viagem e não o fiz.
Mas existem explicações:
- Assim que voltei, minha companheira, ama de casa, dona da minha casa, meus braços direito e esquerdo, etc. entrou de férias e sem ela eu não sou ninguém. Tudo fica complicado, não dou conta da arrumação da casa, só consigo manejar uma boca do fogão de cada vez, levo uma eternidade para conseguir fazer arroz, feijão e uma carne (muito simples). Estou rezando para passar rápido e ela voltar...
- Estava sentindo uma dorzinha estranha na região do coração e fui procurar um cardiologista. 
Virou um filme de terror:
1) Fui tomar banho para ir ao médico (como dizia minha mãe, posso ser pobre, mas tenho que ser limpinha, rs), levei um baita tombo no box (o quarto tombo de uma série), fiquei que nem uma jaca, estatalada no chão, morrendo de dor, sem poder me mexer, e sozinha, não adiantava nem gritar.
2) Mesmo assim, com muito esforço, consegui comparecer à consulta. Ele me pediu uma série de exames. Com medo, marquei neurologista para ver essa coisa de ficar caindo à toa.
3) Fui fazer uma tal cintilografia do miocárdio com stress farmacológico (é uma porcaria, êta exame chato!)... a sala estava um frigorífico, depois da segunda etapa já saí de lá com a garganta doendo.
4) Daí só foi evoluindo: gripe, febre, dores pelo corpo todo – da gripe e do tombo! Cama por uma semana, antibiótico, remédios, mais dor, tosse, xarope, etc. Ainda não estou muito bem, mas gripe em velho é mesmo uma “doença”.
5) A neurologista me pediu mais exames e eu fazendo tudo com o maior sacrifício.
Resultado: Continuo cheia de hematomas, os exames não deram nada, as dores continuam, a médica acredita que os remédios estejam causando essas quedas, ausências e outros efeitos colaterais, vou ter que voltar a fazer fisioterapia, o ombro está “imexível” de tanta dor e vamos em frente...
Mas como eu caio mas não perco a queda, na cama eu lia até classificado de jornal, e eu nem quero comprar, tampouco vender, nada.
E foi lendo os classificados que me deparei com essa “matéria legal”!
Gente, eu tenho que compartilhar com vocês essa pérola.
Eu já vi orações e novenas a São Judas, a Nossa Senhora Desatadora de Nós, a Jesus, a Virgem Santíssima, a Milagrosa Virgem do Rosário da Pompéia sendo publicado em jornais pedindo ou agradecendo graças, não critico, cada um é livre para fazer e acreditar no que bem quiser, mas essa, Oração a Santa Catarina,  conseguiu me surpreender... o que levaria uma pessoa a publicar uma oração dessas? Acredito que nem a própria igreja, muito menos a pobre da Santa Catarina conheçam essa oração... mesmo porque parece lançar praga!
Leiam com atenção e me digam: pode alguém desejar tanto mal a uma só pessoa e ainda publicar? 
Pobre daquele que for objeto dessa “prece”, tá ferrado!


ORAÇÃO A SANTA CATARINA
Minha beata Santa Catarina, que sois bela como o sol, formosa como a lua, linda como as estrelas,  entrastes na casa do Padre Santuário com 50.000 homens vós os abrandastes. Assim,peço-vos Senhora, que abrandais o coração de (nome da pessoa) para mim. Se não me vires, por mim chorarás e suspirarás, assim como a Virgem Santíssima chorou por seu filho. (Nome da pessoa), debaixo do meu pé esquerdo eu te arremato, seja com 2 ou seja com 4, que se parta o coração de (Fulano). Se estiveres comendo não comerás, se estiveres conversando não conversarás, não sossegarás enquanto comigo não vier falar, contar o que souberes e dar-me o que tiveres. E me amarás entre todas as mulheres do mundo, para ti parecerei uma rosa fresca e bela.
Assim seja.
Rezar 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória ao Pai

Prometo que logo, logo, estarei postando e dando dicas sobre cidades do México!

3 comentários:

Vanuza Pantaleão disse...

Nossa, Kátia! Já vi que tem muita coisa legal pra gente destrinchar (não achei palavra melhor, perdão!) por aqui. Mas como as coisas devem ser feitas com calma e leveza, volto logo, logo.
Amiga, uma segunda bemmmm gostosinha!!!!!Bjsssss

Vanuza Pantaleão disse...

Katinha, eu já conhecia essa tal "oração", confesso que nunca a usei, nem a usaria em hipótese alguma.
Mas...minha amiga, cá entre nós, o que tem de gente fazendo essa "reza"...hummmm, num tá no gibi! (ainda se usa essa expressão?)

A propósito, lá vou eu com os meus filmes. Outro dia (era noite), tava eu e o maridinho assistindo um filme polonês que, em dado momento, transformou o Pai Nosso numa "oração" em que todos os vizinhos de um prédio rezavam, com velas acesas nas mãos(cena bonita), contra os vizinhos do mesmo prédio, deu pra entender? Eles se odiavam mutuamente. O filme era uma espécie de crítica social com uma boa dose daquele humor bem amargo.
É...esse é o mundo em que vivemos.
E pensar que ainda sou otimista com o ser humano!!!!
Valeu, miga!
Reza aí por nós, tá? Daqui, vou rezando também!
Beijinhos...

Gabriel Araujo disse...

Kátia! Que coisa, hein, com esses problemas de saúde! Força e melhoras sempre.

Seria legal se no lugar dessa oração pro mal tivesse uma pro bem desejando, por exemplo, saúde pra (diga o nome da pessoa). Não deixe de publicar sempre que puder!