quarta-feira, 20 de março de 2013

EU CONTRA O MONSTRO



O Dr. Dráuzio Varela diz que se não quisermos adoecer precisamos falar dos nossos sentimentos.
Não deu certo comigo, pois embora eu seja generosa na hora de dividir meus sentimentos com meus amigos, mesmo assim, vira e mexe, aparece alguma doença.
São as provas pelas quais preciso passar, só espero que esteja tirando boas notas!
Como eu sempre uso a escrita para exorcizar minhas dores, preocupações, alegrias, vitórias, etc. resolvi contar sobre a minha última prova: o Câncer! (Assim mesmo, com letra maiúscula, pois é prova de doutorado).
Quero, além de colocar para fora meus sentimentos, refletir sobre minhas reações e ações, do meu enfrentamento, mas também ajudar, com o meu relato, a outras pessoas que estejam passando pelo mesmo problema ou alertá-las para que não passem.
Portanto, se estou aqui escrevendo é sinal que estou ganhando essa batalha!
Voltarei em breve!
Com muita alegria, “tá” amiga Vanuza?

(O motivo da foto dos meus cabelos compridos vocês entenderão mais a frente)

2 comentários:

Pietro e Angelina disse...

Kátia minha amiga, admiro sua coragem e esta força que Deus lhe dá. Nesta vida o que nos impulsiona a seguir em frente é a fé. Esta sim, é um bálsamo que alivia as dores. A fé nos ajuda com relação ao desapego. Na verdade, como Jesus disse, "meu reino não é deste mundo e eu estou querendo participar do reino dEle. Gostaria de encontrar amigos e amigas minhas, além dos meus famíliares, naquele reino. Vai ser muito bom recordarmos das coisas boas, momentos bons e também das lições que aprendemos neste mundo temporário de agora. Bênçãos de Deus em sua vida. Conte comigo.Bjs

Fátima Côco

Vanuza Pantaleão disse...

Tá certo, amiga Kátia!Rsrs
Você venceu, nada mais importa. Bem, importa no sentido de que estás te mobilizando para nos alertar e nos passar essa lição de coragem e amor à vida. Parabéns, amiga! (e olha que nunca dei um parabéns com tanta convicção e carinho)
Um fim de semana bem gostosinho e relaxado, ok?
Mil beijinhos!!!