quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

A PESSOA ERRADA

Eu recebi este texto como se fosse de autoria do Luis Fernando Veríssimo, tentei comprovar mas não consegui, entretanto, por ter achado tão lindo resolvi compartilhá-lo com vocês...

A PESSOA ERRADA
(Luis Fernando Veríssimo)
Pensando bem, em tudo que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe a pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça. Fazer loucuras. Perder a hora. Morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é prá na hora que vocês se encontrarem, a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai te tirar o sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível.
Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você. Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus deu tudo certo!".
Quando na verdade, tudo o que ele quer é que a gente encontre a pessoa errada para que as coisas comecem realmente funcionar direito pra gente.
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução. Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas...

5 comentários:

Jorge Elias disse...

Kátia,

A única certeza, em relação a todos nós, e que devemos nos entender nas nossas contradições.

Fiquei muito feliz com seu comentário em meu Blog.

Um abraço,

JEN

Jacinta disse...

Ei Kátia,
fico feliz por ver você retomando suas coisas. É tão bom.
No início do ano coloquei, na página adicional do meu blog, esse pedacinho:
"O que é certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, agindo, querendo."
Um abraço
Jacinta

ana disse...

pura verdade esse texto.
beijo, querida

ana disse...

ah... e claro que você está convidadíssima pro lançamento do livro, seja lá quando for esse lançamento, que nem eu sei ainda :)

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado