terça-feira, 25 de março de 2008

O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO

Fazia tempo que eu não ia ao Rio de Janeiro...
As notícias ruins eram tantas: ônibus incendiados, balas perdidas, arrastões, entre outras, que eu fui perdendo aquele “gostinho” que me levava a querer ir ao Rio e cantar só para mim: Cristo Redentor, braços abertos, sobre a Guanabara... quando o avião estava pousando.
Mas por conta de umas questões burocráticas tive que ir à Cidade Maravilhosa e já que a ida era inevitável, resolvi rever alguns lugares, fazer alguns passeios que a gente só faz quando vai pela primeira vez ou quando tem filho pequeno.
Começamos por subir o Corcovado, de trem, com direito a grupo de samba cantando antigos sucessos de samba-canção... Algumas mudanças: agora tem elevador, escada rolante, mas ainda tem o fotógrafo querendo tirar sua foto e revelar num prato (rs)!
A vista maravilhosa!
Jardim Botânico em todo o seu esplendor.
O Parque Lage ainda mais bonito do que eu me lembrava.
Os arcos da Lapa... nossa! Quanta saudade senti! Do Café Nice (nem precisam fazer as contas porque é ano que não acaba mais), da Confeitaria Colombo, de passear na calçada de Copacabana.
Ainda fizemos um passeio numa fragata da Marinha, de 1910, última embarcação remanescente da primeira guerra mundial, toda restaurada, que nos levou pela baía de Guanabara, Ilha Fiscal, Niterói, com direito a uma verdadeira aula de história... imperdível este passeio!
Resumo da ópera: Não fomos assaltados, nem vimos nenhum tipo de violência, não fomos atingidos por nenhuma bala perdida, nem pegamos dengue.
Para não dizer que não aconteceu nada errado, numa madrugada acordei com barulho de água pingando... levantei-me e comecei a procurar de onde vinha o som... era da caixa de ventilação do banheiro pingando sobre o vaso sanitário, fechei a porta do banheiro e tentei voltar a dormir... mas entre um cochilo e outro o som persistia e foi aumentando, lá pelas cinco da manhã já caía água pela caixa, luminárias, teto, o banheiro estava uma piscina... logo pela manhã fui à recepção, narrei o ocorrido e pedi providências para mudar de apartamento uma vez que era impossível permanecer onde estávamos. Não sei se por recompensa ou pelos nossos belos olhos verdes, acabamos num apartamento de frente para a praia de Copacabana que deve custar umas três vezes mais do que paguei. Há males que vêm para o bem...
E eu, toda boba, debruçada na sacada olhando aquela vista maravilhosa, pensei o óbvio:
O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO!!!!!

5 comentários:

Carioca disse...

Mas nada continua mais lindo que o olhar de vocês duas.
=)

Voltem!
(eu volto aí também...)

=*

Defensor disse...

Salve
Não é sem motivo que a denominam "cidade maravilhosa"...
...conheço esse visual aí da foto ao lado... em cima da gruta que dá o nome a cidade...
As Minas Gerais também continuam lindas! Estive me STL em novembro passado... show de bola... tem um filme que fiz e postei no blogue...
Abraços, bom fds

Saramar disse...

Permita-me, querida, confessar uma certa inveja!!!
Há tantos anos não vou ao RJ...
meus olhos já choram por esta beleza.

beijos

Tell Aragão disse...

OI... te vi no blog da Jussara... entrei e quando vi o nome Rio de Janeiro, tive que ler... o Rio de Janeiro é maravilhoso... continua e continuará sempre lindo... amo aquela terra... sempre que posso, dou um pulinho lá... e sei bem o que é cantar ainda do avião "minha alma canta, vejo o rio de janeiro"... sempre faço isso... aliás, eu e a torcida do flamengo rsrsrs abraços

Gabriel Araujo disse...

o rio tambem te inspirou a escrever.. só a música usada q foi diferente!!