quarta-feira, 18 de junho de 2008

ENCONTROS E REENCONTROS

Num dia, de bobeira, você precisa fazer uma pesquisa sobre algum assunto que depois nem lembra mais.
Entra no Google, claro! Vivemos a Era Googlezóica - você tem uma dúvida? busca uma informação? quer encontrar alguém? qual o primeiro lugar que procura? Todos sabemos a resposta, principalmente a geração Ctrl C + Ctrl V - para horror dos educadores!
Mas voltando ao nosso assunto, já no Google, entrei em um site, que me levou a outro, a outro e assim sucessivamente, até chegar ao blog Páginas Rasgadas. Comecei a ler... depois de algumas horas (isso mesmo, fiquei horas lendo) já nem lembrava mais o que estava
procurando. Encontrei neste blog crônicas, confissões, coração aberto, resenhas, tudo escrito com uma paixão e de modo tão bonito que fiquei encantada.
A todo instante falava pra Gabi (minha filha e proprietária da baia direita da lan house que se transformou nosso escritório): - Você precisa ler isso! Olha isso aqui! e coisas do gênero...
O tempo passou e mais à tardinha, quando desço à lan, a Bi me fala:
- Mãe, adivinha com quem estou conversando?
Apesar de bruxa meus poderes não chegam a tanto... não fazia nem idéia... o MSN dela deve ter mais de 200 pessoas, como adivinhar?
- Estou falando com a Jussara!
- Tá! Que Jussara?
- A do blog...
- Como?!???!!!
- É... encontrei-a...
- Passa para mim, levanta daí, deixa eu falar.
(Como assim? Eu descubro a menina, todas as coisas maravilhosas que eu gostaria de ter escrito e ela fica de conversê com a Bi?)
Daí começamos a conversar e foi como se nos conhecêssemos toda a vida...
O orkut foi o passo próximo.
Depois vieram os e-mais, scraps, confidências e, a cada dia, mais identificações.
A seguir as mudanças, a torcida, a saudade quando as notícias escasseavam...
A amizade já estava solidificada.
Já nos conhecíamos, já éramos amigas. Sempre digo que não tenho amigo virtual, tenho amigo ainda por encontrar... e faltava apenas este pequeno detalhe... encontrar-nos.
Os e-mails: oi, vamos "praí", quando?, podemos nos ver?, claro, me telefona, manda o número, liga assim que chegar, qual o melhor dia, promete, prometo...
Os telefonemas: secretária eletrônica, oi, cheguei, me liga, oi, estava fora, vamos nos encontrar, onde, quando é melhor, vamos ver, te ligo de volta.Oi, então, exposição nova no Masp, que tal sábado, não tenho plantão, tudo bem, onze e meia, vão central, combinado, combinado.
Não precisava de características, nem cor de roupa, nem flor na mão.
Nossos corações já se conheciam e se reconheceriam. Acreditava nisso. E foi o que aconteceu.
Maravilha de re-encontro. Abraços, identificação, divertimento, histórias.
Mais uma amiga conhecida.
E mais uma saudade no coração.



12 comentários:

nora borges disse...

Oi, querida. Vou botar o link lá no Língua. Fazia tanto tempo que eu ñ frequentava o mundo virtual que fui te vistar no fotolog! Mas nem encontrei como comentar...
Concordo contigo quando fala do virtual ser um estágio da amizade... já conheci algumas pessoas e adorei a experiência!
Vou ler o blog da Jussara tb!
Beijos. Eu volto!

Jacinta Dantas disse...

Nossa Kátia,
que felicidade é poder cultivar esse sentimento. Ser amigo.
Um abraço

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Na minha éooca de escola, eu tinha que consultar um monte de livros para fazer um trabalho. Hj, os meus sobrinhos consultam a net e, em especial, o Google. Kátia, não sabia que estava aqui, por isso não te mandei recado. E seria um triste recado, pois estou doente, doente mesmo, não me deixam fazer nada, cronometram meu banho, não posso sair de casa, enfim, ninguém sabe o que eu tenho. Ainda bem que gosto de livros e tenho cerca de 100 DVDs não vistos. Porém, fiz um post hj, que está logo abaixo da trilogia. Chama-se "Curtas sobre filmes imperdíveis". Aparece por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um abraço carinhoso,
Renata

Natalia Gregolin disse...

Redescobrir..
como cantou Elis: "Como se fosse brincadeira de roda..memória"

a maravilha da amizade..o encanto de redescobrir coisas novas..só este sentimento pode ser tão duradouro que chega a ser teimoso..mesmo se afogando em impossibilidades, não morre jamais.

há braços doces

Poesia! disse...

bom dia!
gosto muito do seu blog!
sou adm. do blog “o fogo anda comigo”(thefirewalkswithme.blogspot.com).
o blog tem como ideal um SARAU AMPLIFICADO onde TODOS divulgam suas ideias e, o principal, poemas.
gostaria de ser um parceiro seu!
me responda no email ofogoandacomigo@yahoo.com.br.
OBRIGADO!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Hj não estou podendo fazer muitos comentários porque descobriram o meu mal,algo inesperado, meio sério e vou ser operada. Mas deixei um presente para vcs, uma resenha.
Apareçam por lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um abraço,
Renata
PS: Estou mandando a mesma mensagem a todos por motivos óbvios.

Poesia! disse...

Prezada Kátia,

existem homens que nao escrevem, homens que dominam o poder da escrita, e homens que escrevem poesia, mas TODOS vivem poesia!
podes ajudar o fogo anda comigo, seja com a divulgação do projeto, nos linkando em seu blog (ja coloquei o seu link la), fazendo um materia sobre a iniciativa...sei lá!
Neste Sarau Amplificado, proclame poesia!
nos envie poemas seus, ou que gostes, ou ate do vizinho que reclama por nao ter espaço de divulgação!
queremos divulga-las!
OK?
mas se queres mesmo me ajudar, ao ponto de comover, VIVA POESIA!!!
abraço
silas

Layla Lauar disse...

Olá

Vim agradecer a sua visita e me encanto com o que leio aqui...Muito bom o seu blog, adorei este seu post. Também já enncontrei vários blogs legais quando pesquisava no google.

Um beijo e prazer em conhecê-la

instantes e momentos disse...

muito bom seu blog, gostei muito de vir aqui, vou voltar com certeza

Jussara Soares disse...

Toda vez que eu penso em parar de rasgar páginas - pelo menos em público - eu penso no que o Páginas Rasgadas me trouxe: você e Gabi estão incluídas, claro. Amigas que encontrei apenas agora, mas que já amava desde antes, muito antes. E tive ainda mais certeza disso ao ganhar o abraço generoso e carinhoso de vocês: me senti em casa. Obrigada por estarem na minha vida.
Beijos!

Tell Aragão disse...

e isso é uma das coisas maravilhosas que a internet - s ebem usada - nos proporciona :)

Mariana disse...

Ai que bom ler isso, e que vontade de estar ai tb!! Mas a minha hora vai chegar! Gostei muito de saber que vcs ja se reencontraram! E a proposito eu tb fico horas no Paginas Rasgadas, e perfeito! E tambem posso ficar horas conversando com essa minha amiga querida chamada Jussara, sorte a nossa que temos ela em nossas vidas!
Katia querida preciso de tempo pra passar aqui mais vezes, tb adoro!!!
Grande beijo pra vc!