terça-feira, 19 de agosto de 2008

MEU MOMENTO OLÍMPICO (INTERLÚDIO DOIS)


Se tem um sentimento que estou tentando excluir do meu repertório de más tendências é a raiva. Mas parece que o mundo insiste em conspirar contra os meus propósitos. Vejam se não tenho razão:
1 – Quero matar quem teve a brilhante idéia de realizar esta edição das Olimpíadas num lugar com fuso horário de 11 horas de diferença para o nosso. Com isso, sou “obrigada” a mudar todo o meu fuso. Pela experiência nesses últimos dez dias, só posso dormir tranqüila, sem perder nada, do meio-dia (quando não há atraso em alguma competição) até as oito da noite. Acontece que o mundo real não acontece na tela da TV, então, durante esse período tenho que cumprir com todos os meus compromissos, mesmo morrendo de sono.
2 – As camisas de trabalho do meu marido estavam horríveis, e é claro que seus colegas, ao olharem-no, vão logo pensar, não dele, mas de mim, “que mulher relaxada” nem roupa o pobre tem. Como se fosse obrigação da mulher o bem vestir do esposo. Acontece que por minha culpa, reconheço, aqui em casa é assim. Eu que compro tudo, da meia ao terno. Azar para mim. Daí, juntando o útil ao agradável, peguei uma promoção e “demos de presente de dia dos pais” dez novas camisas. Até aí tudo bem. Todos felizes.
3 – Não nasci para o serviço domestico. Quando criança, minha mãe insistia em me ensinar a fazer coisas como cortar carne (arre!!), lavar banheiro, etc. e eu dizia, “um dia vou trabalhar, ganhar dinheiro, e pago alguém para fazer para mim”. Até que deu certo. Até certo ponto.
4 – Na fase dos 50 aos 60 anos você fica desamparado. Não é novo para fazer certas coisas nem “idoso” para aproveitar as benesses da idade, entre elas, ter direito à vacina antigripal.
Resultado destas ponderações:
Peguei uma gripe daquelas, meu nariz mais parece um chafariz! Com direito a febre, dor no corpo, vontade de ficar na cama, quietinha, sem piscar nem o olho.
Minha empregada adoeceu, não veio, e eu tinha lavado todas as camisas novas do Roberto (e já dado as velhas) já que ele só usa roupa nova depois de lavada: e eu odeio passar roupa! Mas sobrou para mim, arrumar casa, passar roupa, etc.
Isto depois de ter passado o domingo e madrugada vendo resultados negativos e assistindo, impotente, os chineses boicotarem a Fabiana Murer e as americanas Walsh e May comerem o fígado das brasileiras nas areias...
Olimpíada, gripe, ausência de secretária! Afe!
Já nem quero revanche, não sobrou nadinha do espírito olímpico, não quero revanche.
Hoje, da vida, quero vingança!

13 comentários:

INCANTATUS disse...

Fiquei de cama com a gripe. Que coisa!!!!! Acho q o vírus que te pegou, me pegou também. Quem ler não vai entender nada. Mas nós duas bem sabemos o pq de estarmos com a resistência baixa. E nem adianta vacina. Aliás, tem vacina??? rssssssss

Até que eu tava curtindo as olimpíadas. Estava. Mas não dá. E nem é pelo horário, não. Fico triste com esta política que chega até o esporte. Deixa estar!

Gosto de ir p cozinha. Mas nunca por obrigação. Amo inventar, misturar, criar, enfeitar pratos...
Agora, passar roupa...não é de Deus, não.

Tô em contagem regressiva...

Bj

K.

Dauri Batisti disse...

Texto muito bom, bem humorado. Um abraço.

Lu Barcelos disse...

Tadinha!


=******

Tell Aragão disse...

meu momento comentarista:
1- também detestei as olimpíadas serem na china... não exatamente pelo fuso (que é péssimo), mas porque detesto a china... ms, por conta do fuso, ando assistindo aos VT's... então, não me contem resultados... porque assisto aos VT's como se fossem ao vivo rsrs
2- o amassado da camisa: não dá pra dizer que o foi o sinto de segurança do carro? rs
3 - também não nasci pro "lerê" da casa... nota zero em qualquer das atividades... mas, no meu caso, é que essa coisa de trabalhar e ganhar dinheiro também não anda funcionando comigo...
4 - essa coisa da idade me lembra a infância... quando, segundo meus pais, era muito pequena pra certas coisas e grandinha demais pra outras... isso tudo num intervalo de 10 minutos...
5 - se quiser mudar de empregada, tô me candidatando à vaga... ops, esqueci que não sei fazer nenhuma tarefa doméstica... eu não disse que essa coisa de trabalhar e ganhar dinheiro não andava funcionando muito bem comigo? rss
bjs
melhoras pra vc!

mundo azul disse...

BOM DIA, minha querida amiga!

Me parece que seu domingo não foi dos melhores... Realmente, para quem não gosta do serviço doméstico, é um suplício! Com gripe então...

Espero que já esteja bem recuperada em todos os sentidos!

Beijos de luz e um carinho especial, para você!!!

Deusa Odoyá disse...

Olá minha estimada amiga Kátia.
Passei para lhe desejar uma semana com muita paz e amor em seus caminhos.
E felizarda de vc. que tem que se preocupar com seu amor.
Camisas , remédios, o seu dia a dia amiga, seus dias de donma de casa enfim, tem alguem com que se preocupar, principalmente se for um grande amor.
E as bolhas, já sararam?.
beijos amiga. temos que conversar no pé do ouvido, sobre minha viagem á Salvador.
viuuuuuuuuuuuuu.

Beijos Regina Coeli.

Deixe no meu blog, o seu email, para que eu possa lhe mandar um recado.
Fiquem nessa doce paz.

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Camisas de marido, gripe, assuntos muito problemáticos, amiga! Vou voltar pra minha contemplação! Só saí de lá porque estou com fome, hora do meu almoço, rsssss...Beijos afeuosos, Kátia!
Voltarei de vez em quando, aqui tem Santiago e Monet, pensa que sou boba?Rs

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Querida, Karla, aqui é a Renata. EStou aos prantos. Por que tenho sempre que pedir e pedir de novo para as pessoas irem ao meu Blog e apreciarem os meus posts, que julgo que têm valor? Domingo, vim aqui e a convidei. Não sei se vc mudou de post, o fato é que não foi e o post está caprichado e agora tem mais uma pessoa me perseguindo. Por favor, vá, miha amiga, caso contrário, terei de fechar o Blog.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um beijo,
Renata

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

De modo algum vc me ofende, Karla. É que tem muita gente querendo me tirar daqui e como vc é figurinha constante no meu Blog, estranhei a sua ausência. Vc nem devia ter respondido. Por causa dos ataques sofridos, eu, que tomo 12 antidepressivos por noite, terei que ir ao médico, pois não paro de chorar. Meu pai foi encontrado quase morto quatro dias atrás na sarjeta de um hospital e não admite que ninguém trate dele, a não ser eu. Nem sei quantas horas estou sem dormir, o fato é que não agüento mais.
Para vc, minha amiga, peço perdão e desejo as suas melhores.
Um beijo,
Renata

ROSA E OLIVIER disse...

"eu te amo, perdoa-me, eu te amo."...!?...para ti

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Como vai, amiga Karla, melhorou? Espero muito que sare logo, pois vc é muito importante. Hj fiz nova postagem sobre um filme acerca de James Dean e publiquei obras de vários amigos da Blogosfera. Quero muito que vá, mas só faça isso se estiver bem, ouviu?
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Paulo Vilmar disse...

Karla!
Não sei quando houve um acordo, aqui em casa, mas acabei ficando com a parte de passar minhas camisas! Como sou chato e detalhista, demoro bastante nesse ofício...
Beijos!

Poeta Mauro Rocha disse...

Gostaria de dizer que fico muito feliz por todos que comentam ou já comentaram ou até os que tiveram a intenção de comentar meus poemas, e de dizer que o poema "Veste" é o último aqui apresentado, pois como no poema, estou precisando vestir minha alma, admiro a todos que estão nos meus favoritos, pois são pessoas que fazem um trabalho bacana, bonito e gostam de coisas boas, pessoas especiais pelo simples existir.Quero pedir desculpas se em algum momento fui rude ou desrespeitoso.Quero que todos saibam que aprendo e aprendi muito com o que todos fazem e tenho ainda muito a aprender.Saio de cena hoje, para quem sabe voltar amanhã.Muito obrigado, obrigado de coração!!

Poeta Mauro Rocha